Os imigrantes e refugiados não são vítimas

Por Gustavo Barreto (*)
Camaronesa fugiu de sua vila por não querer casar à força. Foto: Giovanni Bello/Folhapress

Camaronesa fugiu de sua vila por não querer casar à força. Foto: Giovanni Bello/Folhapress

“Se a gente às vezes pensa e vem com uma sensação de que imigrante é vítima, nós estamos equivocados. Não é bem assim. De vítima tem a História deles, lá, no país deles. Mas a partir do momento que ele se move e que ele vem buscar algo melhor, recriar suas vidas, isso já faz toda a diferença. A vítima já ficou para trás. Ele é uma pessoa com muito dinamismo, com muita força e coragem”, diz a assistente social da Missão Paz, organização que recebe refugiados e outros imigrantes em São Paulo.

Confira a matéria da TV Folha, publicada em 12 de outubro de 2014.

Share
(*) Gustavo Barreto (@gustavobarreto_) é jornalista. Acesse também pelo Facebook (www.facebook.com/gustavo.barreto.rio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *