Interesse pela Crimeia no século 19: registro do ‘A Illustração Luso-Brazileira’

Por Gustavo Barreto (*)
Camponeses da Ucrânia: publicação do A Illustração Luso-Brazileira em 20 de novembro de 1858

Camponeses da Ucrânia: publicação do A Illustração Luso-Brazileira em 20 de novembro de 1858

A imagem acima, intitulada Camponeses da Ucrânia, foi disponibilizada pelo Real Gabinete Português de Leitura. Publicada originalmente pela revista A Illustração Luso-Brazileira em 20 de novembro de 1858, é um dos exemplos de jornalismo internacional à época.

A região da Crimeia, que em 2014 ocupou grande espaço na imprensa brasileira e internacional, também foi objeto de notícias e artigos na imprensa em meados do século 19 por conta da Guerra da Crimeia (1853-1856), que opunha os impérios russo e otomano – este último apoiado por duas grandes potências europeias (Reino Unido e França)1.

“A Ucrânia, então, era apenas uma região dividida entre impérios, e sua economia era basicamente agrícola, funcionando como um grande celeiro. O imaginário da época via a Ucrânia como região de camponeses apenas e a Crimeia era uma questão estratégica russa, sem qualquer referência à Ucrânia”, afirma um texto de projeto do Real Gabinete Português de Leitura, ao comentar a ilustração2.

Mesmo não existindo dados confiáveis à época, é fartamente documentado que uma grande quantidade dos imigrantes que chegaram ao Brasil no século 19 eram ucranianos.

NOTAS

1 Um brevíssimo resumo tanto sobre a questão contemporânea quanto a questão histórica, pode ser acessado em http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/03/1422015-entenda-porque-ucrania-e-russia-brigam-pelo-controle-da-crimeia.shtml

2 Disponível em http://on.fb.me/1z0q5mw

Share
(*) Gustavo Barreto (@gustavobarreto_) é jornalista. Acesse também pelo Facebook (www.facebook.com/gustavo.barreto.rio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *