EUA: Com aumento recorde de deportações, latinos se opõe a política da Casa Branca

Por Gustavo Barreto (*)

EUA: Com aumento recorde de deportações, latinos se opõe a política da Casa BrancaDeportações de imigrantes não registrados subiram para uma média anual de cerca de 400 mil desde 2009 – muito maiores do que na administração Bush.

Um relatório publicado ao final de 2011 mostra um pouco do porquê do receio de povos latinos em geral em relação à política de Barack Obama.

A pesquisa nacional com adultos latinos, elaborada pelo ‘Pew Hispanic Center’, um projeto do Pew Research Center, revelou curiosamente que o apoio ao atual candidato democrata e ao seu partido continua alto entre os eleitores latinos registrados.

Deportações de imigrantes não registrados alcançaram níveis recordes no governo do presidente Obama, subindo para uma média anual de cerca de 400 mil desde 2009 – cerca de 30% maior do que a média anual durante o segundo mandato da administração Bush e cerca do dobro da média anual durante o primeiro mandato de George W. Bush.

Nem todos os latinos estão cientes de que o governo Obama intensificou a deportação de imigrantes não autorizados. Muitos (41%) sabem que a administração Obama está a deportar mais imigrantes não autorizados do que a administração Bush. Pouco mais de um terço (36%), no entanto, dizem que as duas administrações têm deportado aproximadamente o mesmo número de imigrantes. E um em cada dez (10%) entre os latinos adultos dizem que o governo Obama tem deportados menos imigrantes não autorizados que a administração Bush.

Mesmo assim, 59% dos entrevistados desaprovam a condução do tema pela administração atual, de Obama.

Leia o relatório completo, de dezembro de 2011, clicando aqui.

Share
(*) Gustavo Barreto (@gustavobarreto_) é jornalista. Acesse também pelo Facebook (www.facebook.com/gustavo.barreto.rio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *